quarta-feira, 14 de fevereiro de 2007

Branca

Branca

Olhos sorridentes
Boca extrovertida
Dança evidente
Alma expressiva

A personificação da simpatia
Em seu relacionar
A roupagem da alegria
Na criatividade em se arrumar

Ana Yuky é singular
Em seu atuar

Branca como a neve
É o significado de seu nome
Alva mais que a neve
Seja sua vida no Filho do Homem

Wagner Amaral
Homenagem de aniversário
à minha filha Ana Yuky (10 anos)
18/01/2007

4 comentários:

Anônimo disse...

Lindo soneto! E perfeita descrição!
Um beijo gatinha!

Agrimar disse...

Parabéns pelo belo soneto e pela linda e cativante filha. Que Deus os abençôe a todos!

Katia disse...

Quem diria... sao 10 anos e te conheci quando era praticamente um bebe!
Tenho a certeza que voce nem imagina que existo... mas saiba que existe alguem mais no mundo que deseja te parabenizar neste dia.
Que Deus abencoe esta mocinha! E feliz Novo Ano!

cida regis disse...

A garotinha que eu conheci aos dois anos no colo do pai, naquele tempo eu não sabia ainda que pertenceríamos a mesma familia, a Familia de Deus.
Ontem,meiga,singela,angelical.
Hoje,linda,fagueira,musical.
Amanhã? Oras!!! Amanhã;
Mulher bela,amiga, maternal.
Ana que Deus te abençoe.