quarta-feira, 3 de janeiro de 2007

Certo ou errado?



O que é certo? ...o que é errado? Onde é a fronteira que separa este problema complicado?
O que é certo ou errado para mim o será também para quem está acomodado?
Ou é apenas uma interpretação de cada um, ...um fato isolado!
Muita coisa que ontem era errado, hoje é certo ou, ...pelo menos suportado
A humanidade "evoluiu", ...esse é o termo mais comentado!
Não há mais aquele "Vínculo de Família", ...de "Pai Considerado",
Até mesmo, talvez, porque o mundo ele não tivesse acompanhado!
No turbilhão de tantas mudanças, o pai vai ficando atrasado
Não consegue acompanhar a "evolução", ...porque é muito ocupado,
O ritmo é muito veloz e o deixa atordoado, princípios que antes eram "leis", ...hoje estão num código rasgado!
Cada ensinamento que recebeu e procurou transmitir, ...hoje está "ultrapassado",
Não sabe mais por onde seguir, ...ele esta confuso e se sente deslocado!
Como explicar a ele, que já está cansado? Como dizer a ele que tudo aquilo ficou no passado,
E que tem de enterrar quase tudo que foi planejado? Mas a vida continua no seu passo apressado!
Hoje existe a TV, a Internet e até a Escola, ...num sistema "muito avançado"...
Ele não consegue criar os seus filhos, conforme lhe foi ensinado, não consegue vencer o "ensinamento" televisado,
Nem o mundo informatizado, que invadem sua casa de um jeito mascarado!
E depois, ...quando surge o inesperado, ele acaba se julgando o grande culpado!
É culpado sim, ou pode até não ser, ...por haver se descurado,
Por não ter tido competência ou, ainda, por não ter as mudanças acompanhado,
Por ter muito trabalhado, procurando dar aos seus o conforto esperado e sonhado!
Mas será que é só isso? ...não existirá algum outro fator acumulado?
A "evolução", por acaso, ...não representou para ele um "Tornado"?
Não chegou modificando tudo, ...até o seu sonho dourado petrificando os ensinamentos que havia planejado
No final de cada dia quando chegava em casa suado? Hoje ele estranha tanta liberdade, ...e fica parado, abismado!
Ele vê que "se corre, o bicho pega" e "se para, é devorado"... E assim ele prossegue inconformado!
Será que errei? ...será que estou certo? ...não estarei errado? ...ele se pergunta desolado!

E prossegue inconsolado... estou certo?... estou errado?...


Este é o dilema do homem no mundo pós-moderno, onde os absolutos do Soberano passaram a ser encarados como relativos à razão humana.
Você lida com isto?
Wagner Amaral.

2 comentários:

Anônimo disse...

Oi Pr realmente os processos tirou o controle do conteúdo. O que é necessário é ensinar aos adolescentes como discernir o conteúdo, aproveitar o que é bom, recusar o que é mau. Ao jovem é meio tarde para isto. O Benefício é que é Deus é quem controla tudo.
Nilton C. Silva

Cida Regis disse...

Muito.E fico chateada quando vejo que quem está certo, está errado. E quem está errado é que está certo.
Se chego 10 minutos mais cedo no serviço, o ponto eletrônico pede para eu me justificar porque cheguei cedo.Mas se chego 10 minutos atrasada não pede justificativa porque estou dentro do horário.Isso me tenta a chegar todos os dias atrasada. Ainda bem que o meu Senhor que é Soberano me dá paciência para digitar a justificativa.
Mas eu sempre pergunto será que eu estou errada em chegar cedo? Ou o certo mesmo é chegar atrasada?
Beijos.